Odontologia

Diabetes e saúde bucal, qual a relação?

O corpo humano está totalmente interligado, por isso precisamos cuidar de todas as áreas dele, visto que uma pode comprometer o funcionamento da outra. Assim acontece com a diabetes, apesar de parecer sem relação, a doença pode complicar muito a saúde bucal.

A diabetes é uma doença crônica caracterizada pelo aumento da glicose no sangue. Segundo pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, 8% da população é afetada por esta doença.
Um problema que muda totalmente o metabolismo, por isso, exige a mudança de hábito para preservar a saúde. Diante deste cenário, os profissionais da área estão cada vez mais alertas para identificar e tratar pessoas com este problema, inclusive os profissionais da odontologia.

Os pacientes com diabetes têm um alto risco de desenvolver problemas bucais, por conta da quantidade de glicose e interferência na produção salivar, resultando em uma circulação sanguínea bucal prejudicada, facilitando infecções.

Entenda quais são os problemas mais frequentes na saúde bucal de pessoas com diabetes.

Periodontite
Entre as pessoas, a periodontite e a diabetes tem uma relação pouco conhecida, com uma baixa resistência e uma evolução demorada de cura, a periodontite acaba se tornando mais frequente e mais grave entre os pacientes com diabetes. Olhando pelo outro lado, o tratamento desta doença pode ajudar a melhorar o controle de açúcar no sangue.

Infecções e cicatrizações
A diabetes compromete o sistema imunológico e, diante disso, o paciente fica propenso a desenvolver infecções, elas podem ser fúngicas como úlceras e dificuldades de ingestão, ou por conta de cirurgias.

Manter um dia a dia com bons hábitos é fundamental para evitar o aparecimento de mais problemas na relação entre diabetes e saúde bucal.
É fundamental manter hábitos como:

Higiene bucal completa: o sangue com diabetes possui alta concentração de glicose, facilitando o desenvolvimento de bactérias que, somadas ao acúmulo de restos de comida, favorece a proliferação de cárie.

Consumo moderado de bebida alcoólica.

É proibido fumar.

Exercícios físicos ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue controlados.

As visitas preventivas ao consultório auxiliam no controle da saúde bucal e na possível descompensação da diabete.