Odontologia

Ortodontia – é importante saber!

A Ortodontia é a especialidade da Odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das dentições, decídua (de leite), mista e permanente e seus desvios de normalidade, prevenindo, interceptando e corrigindo as más oclusões.

Apesar de não existir idade mínima para realizar a primeira consulta ao Ortodontista, a época mais oportuna é no começo da troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes, ou seja, no início da dentição mista.

O Clínico Geral ou o Odontopediatra (dentista responsável pelo tratamento em crianças) normalmente estão preparados para detectar alguma alteração da normalidade e encaminhar o paciente para uma avaliação Ortodôntica.

Hoje com o avanço da tecnologia, tratamentos podem ser feitos independentemente da idade do paciente, crianças, adolescentes, adultos ou pacientes da melhor idade, podem se beneficiar com a Ortodontia.

Se você possui algum dos problemas abaixo, verifique com seu dentista a possibilidade da realização de um tratamento ortodôntico.

Sobremordida, algumas vezes chamada de “dentes salientes” — este problema é caracterizado por um excesso vertical da região anterior da maxila e/ou uma sobre-erupção dos dentes dessa região. Nos casos de sobremordida, os dentes anteriores superiores recobrem quase 100% dos dentes inferiores, conferindo um sorriso desagradável e problemas mastigatórios. Os dentes inferiores podem, inclusive, estar tocando no palato e na gengiva do arco superior.

Mordida cruzada anterior — uma aparência de “bulldog”, quando a arcada inferior está projetada muito à frente ou a arcada superior se posiciona muito atrás.

Mordida cruzada — ocorre quando a arcada superior não fica ligeiramente à frente da arcada inferior ao morder normalmente.

Mordida aberta— espaço entre as superfícies de mordida dos dentes anteriores e/ou laterais quando os dentes posteriores se juntam.

Desvio de linha mediana — ocorre quando o centro da arcada superior não está alinhado com o centro da arcada inferior.

Diastema — falhas, ou espaços, entre os dentes como resultado de dentes ausentes ou dentes que não preenchem a boca.

Apinhamento —ocorre quando existem dentes demais para se acomodarem na arcada dentária pequena.

Os dentes mal posicionados dificultam a higienização, favorecendo o acúmulo de tártaro e conseqüentemente problemas gengivais, favorecem também o aparecimento de cáries e o desenvolvimento de funções e hábitos errados tanto mastigatórios como fonéticos. Podemos salientar também a sobrecarga da musculatura da mastigação, podendo levar a dores de cabeça e problemas de articulação temporomandibular – ATM.

Uma das principais funções do tratamento Ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária (perfeito engrenamento dos dentes superiores e inferiores), que é um dos fatores fundamentais para a correta mastigação, boa nutrição e saúde sistêmica e bucal do paciente.

Apenas o Especialista em Ortodontia poderá determinar a necessidade ou não de um tratamento Ortodôntico. Com base em um correto e amplo diagnóstico, o profissional poderá orientar o paciente na execução de um tratamento mais adequado a sua expectativa, com o objetivo de melhorar a oclusão, devolvendo um sorriso mais harmônico, uma boca mais saudável com aparência agradável e conseqüentemente uma melhor qualidade de vida.

Adicionar Comentário

Clique aqui para escrever um comentário

catorze + um =