Porque e como elaborar o Fluxo de Caixa da sua clínica

O Fluxo de Caixa é um mecanismo para acompanhar e melhorar a gestão das finanças da sua clínica.

O Fluxo de Caixa é um mecanismo para acompanhar e melhorar a gestão das finanças da sua clínica. Com ele pode-se projetar a entrada e saída de recursos futuros e assim entender e se planejar melhor para visualizar como será o saldo financeiro no período.

No caso de uma clínica odontológica, o ideal é realizar a projeção do Fluxo de Caixa de 4 a 6 meses. Sempre ao final de cada período, um novo deve ser planejado.

Como iniciar?

Se você têm anotadas todas as movimentações financeiras de sua clínica já é um grande passo para iniciar a construcão do fluxo de caixa. Se não têm, sempre é hora de começar. Vamos colocar abaixo todos os dados que você precisará separar para depois montar sua planilha e esta é uma outra questão importante, você precisa começar a trabalhar com algum programa para poder ter mais facilidade e confiabilidade no seu controle. Sugerimos o Excel, que é o mais comum e mais utilizado.

Vamos às informações que precisarão ser levantadas:

  1. Previsão de Vendas e os prazos de recebimentos;
    2. Previsão de Compras e os prazos de pagamentos;
    3. Valores a receber dos pacientes das vendas já realizadas;
    4. Valores a pagar de fornecedores e de despesas mensais;
    5. Valor da Disponibilidade Financeira atual (caso haja).

Você já deve possivelmente todas essas informações, e agora o caminho é colocá-las em planilhas que irão formar o fluxo de caixa. Sugerimos que cada grupo desses citados acima seja inserido em uma planilha e ao final seja criada a planilha principal do fluxo de caixa.

Previsão de Vendas e os prazos de recebimentos

Nesta planilha você irá inserir a previsão de vendas para os próximos 4 meses. Em uma clínica é difícil estabelecer esse número, por isso você pode utilizar como parâmetro as vendas realizadas no mesmo período do ano anterior. Além da previsão de vendas, você terá que inserir também os prazos de recebimentos delas por período.

Exemplo:

Mês 1: R$ 12.000,00 em vendas; Mês 2: R$ 20.000,00; Mês 3: R$10.000,00 e Mês 4: 15.000,00. Previsão de recebimento: 30% a vista, 40% em 2 vezes e 30% em 5 vezes.

Com esses números você poderá preparar a previsão de entrada de caixa em sua clínica nos meses futuros.

Previsão de Compras e os prazos de pagamentos

Aqui você irá separar a previsão das compras necessárias para os próximos 4 meses e também os prazos de pagamentos que normalmente utiliza para pagar os fornecedores.

Valores a receber dos pacientes das vendas já realizadas

Nesta parte você irá organizar os valores a receber dos pacientes das vendas já realizadas. Lembre-se de colocar mês a mês os valores que entrarão parcelados de cartão de crédito e cheques pré-datados. Se houver normalmemte atrasos ou inadimplência no pagamento lembre-se de tentar inserir esse índice. Se houver algum valor de tratamento que você espera receber há muito tempo, não coloque no fluxo de caixa, pois irá resultar em uma previsão irreal.

Valores a pagar de fornecedores e de despesas mensais

Assim como colocado acima, levante todos os pagamentos que você têm que fazer a fornecedores e também as despesas operacionais que ocorrem todos os meses como retirada dos sócios, pagamento de funcionário, aluguel, telefone, energia, etc. Cada ítem desse entrará em um campo da planilha separadamente.

Valor da Disponibilidade Financeira atual (caso haja).

Quando você estiver iniciando o preparo do seu fluxo de caixa, levante quanto possui disponível como dinheiro em caixa, cheques a depositar, etc. Esses valores somados formarão o saldo inicial de caixa.

Agora que todos os dados foram preparados, chegou a hora de inserir em sua planilha de Fluxo de Caixa e iniciar seu controle e planejamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *