Busca de oportunidades e iniciativa na odontologia empreendedora

Diferentemente do que muitos pensam, o sucesso não está relacionado ao dinheiro. O grande fator determinante do sucesso das pessoas em seus negócios é o comportamento, a forma como elas veem e encaram o mercado de trabalho.

Segundo dados do SEBRAE, o Brasil está entre os países com os maiores índices de empreendedorismo do mundo. A cada 100 adultos, 14,2 são empreendedores e eles atingem seus objetivos por motivações diversas, uns por oportunidades e outros por necessidade, mas todos eles possuem as mesmas atitudes.

O que caracteriza um empreendedor é a sua forma de agir perante o mercado, segundo André Azevedo, proprietário de uma rede de clínicas odontológicas com onze unidades, “o empreendedor tem que ser inquieto e estar sempre pensando em algo novo, em novos serviços e produtos”.

Segundo André, as principais características que um empreendedor deve ter são:

Iniciativa: Tem que ter a capacidade de se antecipar aos fatos e de criar oportunidades de negócios oferecendo novos produtos e serviços.

Persistência: Não desiste do que almeja nos obstáculos que encontra, se for preciso ele reavalia e insiste na estratégia, ou muda seus planos para atingir o que deseja.

Calcular os riscos: O empreendedor sempre avalia as alternativas antes de tomar uma decisão a fim de reduzir as chances de erro.

Ser exigente: Está sempre melhorando seu negócio e produtos com a intenção de satisfazer todas as expectativas dos clientes.

Ter comprometimento: O empreendedor trabalha em equipe e colabora com os funcionários, trazendo para si mesmo as responsabilidades sobre sucesso e fracasso.

Buscar informações: Realiza uma avaliação constante do mercado, sobre os concorrentes e como oferecer novos produtos.

Estabelecer metas: É necessário estabelecer objetivos para a empresa tanto a curto como em longo prazo.

Além de pensar nos produtos e serviços que irá oferecer, o empreendedor ainda pensa na forma de financiamento e investimento, podendo utilizar as próprias vendas para financiar os novos projetos ou buscar recursos de terceiros como bancos e investidores. O empreendedor não pode ter medo de arriscar, segundo André Azevedo, “quem sai na frente, fazendo tratamentos inovadores e tem mais coragem, são os que ganham mais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *