Medicina

Saiba como evitar a hipertensão

No Brasil cerca de 20% da população, incluindo metade dos idosos sofrem de hipertensão arterial. Uma doença crônica sem cura, que exige cuidados especiais, pois se não for tratada adequadamente pode aumentar o risco de infarto e derrame.

 

Em 90% dos casos, a doença é hereditária, mas outros fatores podem causar, como por exemplo problemas de tireoide ou em glândulas endocrinológicas.

A doença é traiçoeira, os sintomas normalmente só aparecem quando o funcionamento de diversos órgãos já está comprometido. Os principais sinais são: tontura, visão turva, falta de ar, enjoos, dor na nuca e dor no peito. Porém, é completamente normal que a pressão arterial aumente após levar um susto, noites mal dormidas, uma discussão e a prática de atividades físicas.

Alguns pacientes precisam tomar remédios até o fim da vida para controlar a pressão, já outros conseguem manter o tratamento apenas com mudanças de hábitos, como:

Emagrecer: o sobrepeso dificulta o trabalho do coração em bombear o sangue.

Praticar exercícios físicos: Melhoram todo o sistema circulatório e pulmonar, principalmente as atividades aeróbias.

Reduzir a ingestão de sal: O sal retém líquidos, acarretando no aumento do nível da pressão arterial.

Evitar bebidas alcoólicas e cigarros: Excesso de álcool e tabaco elevam a pressão.

É de extrema importância que todos afiram a pressão arterial, no mínimo, uma vez por ano, e ao constatar que está elevada, deve-se procurar imediatamente um médico.

Adicionar Comentário

Clique aqui para escrever um comentário

quinze + catorze =