Odontologia

A adolescência é marcada por problemas bucais

A fase da adolescência é marcada pelas mudanças que ocorrem, sejam hormonais, corporais ou comportamentais, mas o fato é que todas elas influenciam diretamente na saúde do corpo todo, incluindo a boca.


Um estudo realizado em 250 municípios do Brasil aponta que as pessoas que mais sofrem com as dores de dente são os jovens com idade entre 15 e 19 anos e isso se dá, principalmente, pela falta de higienização bucal. Apesar de nessa época da vida se preocuparem muito com a imagem, eles esquecem do sorriso e se dedicam mais aos cabelos e corpos, e acaba sendo comum que os jovens por rebeldia ou preguiça, deixem de escovar os dentes e passar o fio dental regularmente, fazendo-o apenas uma vez por dia.

Os problemas bucais mais comuns entre os adolescentes são as cáries, gengivite e periodontite, tártaro e problemas ortodônticos. Mas a preguiça e o mau comportamente não são os únicos culpados pelos problemas bucais que podem surgir durante a adolescência, as alterações hormonais também influenciam no surgimento de doenças bucais, mas é preciso deixar bem claro que se houver o uso diário de fio dental e uma boa escovação sempre após cada refeição, os hormônios sozinhos não irão causar nenhum problema na boca dos jovens.

Também é muito importante que os pais levem os filhos ao dentista constantemente e isso desde criancinha, pois os hábitos adquiridos na infância irão refletir na adolescência, pois já foi comprovado que as crianças de até 12 anos que tiveram cáries, possuem mais chances de ter novamente durante a adolescência.

Adicionar Comentário

Clique aqui para escrever um comentário

um + cinco =